As cerâmicas de Gilberto Paim e Elizabeth Fonseca se alinham a poucas outras, feitas por criadores de cerâmica artesanal contemporânea no Brasil. Nelas percebemos o gesto certeiro, o controle da mão, a segurança da forma, que indicam a maturidade de quem está há muito tempo nesse labor.

Feitas por Maneco Quinderé com Elizabeth Fonseca e Gilberto Paim, as arandelas minimalistas MIS, de cerâmica e LED.

As peças de Gilberto Paim e Elizabeth Fonseca são objetos de arte, são feitas uma a uma, manualmente. “Em vez de abdicarem da especificidade artesanal, Gilberto e Elizabeth se opõem com tenacidade à lógica mecânica da seriação indiferente. Mesmo as peças que se assemelham trazem rasgos firmes de personalidade e só são verdadeiramente apreciadas por quem as toca, manuseia, vira de cabeça para baixo e para os lados”, afirma a historiadora, professora e crítica de design brasileira Ethel Leon.

As cerâmicas já foram expostas em espaços culturais de prestígio como o Museu de Arte da Fundação Armando Álvares Penteado, o Paço das Artes e o Centro Brasileiro-Britânico, em São Paulo; o Museu de Arte Moderna, o Paço Imperial, Galerias Cândido Mendes e o Centro Cultural dos Correios, no Rio de Janeiro. Constam do acervo das galerias Espasso, de design e arte aplica-da brasileiros, em Nova York e em Los Angeles.

Em 2008, os artistas realizaram com sucesso a exposição New Ceramics na sólida galeria inglesa Beaux Arts Bath, atraindo o interesse de vários colecionadores europeus. Entre 23 de outubro e 27 de novembro de 2011, realizaram a exposição Crossing Li-nes na Galeria Marianne Heller, de Heidelberg, Alemanha, onde foram muito bem recebidos tanto pela imprensa quanto pelo público. A galeria é um dos mais conceituados espaços dedicados à arte da cerâmica em toda a Europa. Desde 1976, Marianne Heller expõe os mais importantes artistas-ceramistas de países como Inglaterra, Japão, Finlândia e Austrália, cuja contribuição para a cerâmica contemporânea é notória. A programação da galeria é acompanhada internacionalmente por artistas, apreciadores e colecionadores, além de museus de arte, design e arte aplicada. Graças à sua contribuição duradoura à promoção da arte da cerâmica, Marianne Heller tornou-se membro do Conselho da Academia Internacional de Cerâmica, de Genebra.

Neste ano, o projeto da luminária de led com cerâmica MIS feita em parceria com Maneco Quinderé venceu o Prêmio Casa Vogue. Veja ao lado a imagem deste trabalho.

SAIBA MAIS >

Contato

(22) 2523-9329
atelier@gilbertoeelizabeth.com.br

Endereço

Rua Presidente Kannedy, 59 – Cônego – Nova Friburgo

Como Chegar

Tags:

  • Show Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

comment *

  • name *

  • email *

  • website *

Ads

Você pode gostar

Friburgo Orgânica

Produção de alimentos sem utilização de veneno, recuperando o solo e aumentando a produção de vida. Agricultura Sintrópica.

Ateliê Chico Sasek

Chico Sasek aprendeu a arte da cerâmica com o seu pai, e hoje, produz peças originais e únicas utilizando uma barbotina exclusiva, resultado de muitos anos de trabalho e pesquisa.

Casa do Artesão

O Pavilhão das Artes, no Cônego, é a nova sede do artesanato friburguense e reúne centenas de trabalhos produzidos com diversos tipos de materiais.

Sitio Cultivar Orgânicos

Produtores de alimentos orgânicos há 25 anos, o Sítio Cultivar produz hortaliças, frutas e ovos com muita qualidade! Certificados por Auditoria pelo INT.

Loja do Porquinho

Além do tradicional KIT DO PORQUINHO, estão a venda outras peças, onde Elisabeth aplica a sua arte de pintura à mão livre, com muita cor e energia positiva.

Cogumelos de Friburgo

Qualidade e dedicação é o que move essa produção. Cultivo de cogumelos shiitake, um excelente produto, 100% natural, sem agrotóxicos e muito bom para a saúde.

X